Como o Wattpad está ajudando (e atrapalhando) o autor independente

O Wattpad é uma plataforma online para compartilhamento gratuito de histórias. A comunidade de autores/leitores surgiu em 2007 através de uma colaboração entre Allen Lau e Ivan Yuen, hoje contando com milhares de usuários por todo o mundo que compartilham, lêem e votam em um acervo invejável de textos.

E embora a maior parte das pessoas conheça ou pelo menos já tenha ouvido falar do Wattpad, poucos estão cientes do impacto que a ferramenta tem causado na vida de autores independentes, aqueles que trabalham sem a proteção de um selo editorial. Não, não é um mar de rosas. E é sobre as transformações vividas por este segmento que vamos falar hoje.

Fonte: publishersweekly.com - Reprodução

Fonte: publishersweekly.com – Reprodução

Antes de começar, um aviso: este post não é baseado em nenhum estudo, dado estatístico ou informação concreta. Exponho aqui apenas minhas vivências pessoais dentro da plataforma e também nos fóruns e grupos de autores do Wattpad. Portanto, minha experiência individual não deve ser encarada como regra, apenas como um relato do que acontece no dia-a-dia dessa vida meio maluca de escritor de Wattpad. Sinta-se livre para concordar, discordar ou compartilhar comigo suas próprias impressões! ;)

Antes do Wattpad e de outras comunidades de compartilhamento de livros, como o Scribd, os autores independentes precisavam ralar muito para conquistar seu lugar ao sol. Publicar uma obra sempre foi um investimento caro, e era preciso desembolsar uma boa quantia, no maior salto de fé, para começar a recrutar leitores. Quem queria apostar nas editoras mais famosas passava meses ou até anos trabalhando em manuscritos, sem a menor garantia de retorno, que mais tarde seriam entregues para a análise subjetiva de um único revisor/editor.

Fonte: Tumblr - Reprodução

Fonte: Tumblr – Reprodução

A internet mostrou-se uma grande aliada para os autores independentes. Permitiu que seus textos atingissem uma grande audiência, compartilhados em blogs e redes sociais sem gastar nenhum centavo. Mas, principalmente no Brasil, foi com o Wattpad que realmente centralizou-se a distribuição de livros gratuitos e um novo formato de negócio acabou sendo consolidado.

O grande diferencial do Wattpad está em seu esquema de capítulos independentes, onde os livros são postados em partes, como numa novela. Assim, os autores tem a oportunidade de interagir desde o início com os leitores, colhendo feedback e angariando uma base de fãs ao mesmo tempo em que desenvolvem o restante do texto. Essa base de fãs é importantíssima para o autor independente: é ela que aumenta o número de visualizações do texto, vota a cada capítulo, comenta nas redes sociais e, sobretudo, é o principal chamariz do interesse das editoras.

É fato que muitos olheiros estão atentos às movimentações no Wattpad, especialmente no caso das editoras menores. Muitas estão fazendo nome com o lançamento de escritores estreantes, nascidos e criados no Wattpad. A plataforma virou vitrine.

Mas mesmo sendo inegável o saldo positivo que o Wattpad trouxe para a literatura independente, nem tudo são flores. A vida de um escritor de Wattpad pode ser algo esquisito ou muitas vezes frustrante. E para os leitores, a coisa não é muito diferente.

O Wattpad deu poder para que qualquer um pudesse compartilhar suas histórias. E qualquer um, é qualquer um mesmo, desde aquele cara que passou anos se aperfeiçoando para ser o próximo Stephen King até a sua vizinha de 12 anos. Ao mesmo tempo em que os escritores ganharam milhares de pessoas dispostas a ler conteúdo gratuito na internet, ganharam também uma enxurrada de concorrentes. Apesar de estar oferecendo um produto de graça, não é tão fácil assim conseguir leitores na plataforma.

Além disso o Wattpad é, obviamente, um lugar dominado pelos iniciantes, por quem ainda está experimentando o mundo literário. O que é algo bastante normal e, para mim, um grande viés da ferramenta (falaremos disso mais tarde). O problema é que a grande maioria das obras disponibilizadas por lá ainda possuem erros de digitação, quebras de narrativa, pontuação esquisita e muitos, mas muitos clichês. Esse cenário acaba afastando aquela parcela de leitores mais experientes, que esperam um grande nível de qualidade das obras que lêem.

Observo então um efeito bem inusitado: os livros mais visualizados e votados não são compostos pelos livros mais bem escritos ou de plot mais inovador. Como o leitor padrão do Wattpad costuma ser um leitor iniciante (já que os mais experientes abandonam a plataforma), costuma também ser de uma faixa etária mais jovem, e como tal, vota incansavelmente nas temáticas que lhe agradam. O que geralmente reflete modismos.

Fonte: Tumblr - Reprodução

Fonte: Tumblr – Reprodução

Fanfics de sagas teen e livros hot (de temática sexual) costumam ter muito mais visibilidade que os outros gêneros, justamente por agradarem o público adolescente e estarem vivendo uma boa fase na mídia. Assim como a era Crepúsculo beneficiou todos os livros com temática de vampiro, os livros da moda decidem quem sobe e quem desce no ranking do Wattpad, com raras exceções.

Surge então uma verdadeira guerra entre autores e fandoms. Já vi situações bem agressivas nos fóruns de usuários. Culpa-se os livros hot por afogar todos os outros gêneros no Wattpad, o que acaba sendo verdade na prática, mas que é um fato do qual os autores hot não tem a mínima responsabilidade (e nem o menor motivo para sentirem-se culpados). É mais uma questão de mercado, do que está em alta no momento. Provavelmente daqui a uns anos, os hots se juntarão aos outros gêneros na busca de um espacinho ao sol. Por sua vez, os autores eróticos esquecem do quanto a mídia os está ajudando, e atribuiem o fracasso de outros gêneros como “marketing mal feito”, alegando que autores de fantasia ou terror não sabem como divulgar suas obras direito. Outro grande erro.

Vamos ser sinceros: o grande problema entre os gêneros é, na verdade, o péssimo sistema de recomendação e rankeamento mantido pelo Wattpad. A partir do momento que alguém recebe muitos acessos e votos (o que como já discutimos, não é garantia de qualidade), as obras consideradas similares são automaticamente recomendadas aos usuários, o que cria uma panelinha de gênero. Mesmo ruim, um texto de temática próxima aos top 10 do Wattpad tem mais chances de receber novos leitores do que um ótimo texto que fale sobre algo totalmente diferente. O ranking também muda diariamente de acordo com a razão entre número de acessos/votos, o que pode atrapalhar histórias com poucos capítulos. Ora, se cada usuário só pode votar uma vez por capítulo, um livro com vinte capítulos tem bem mais chances do que um conto de apenas um.     

Além disso, não há um ranking personalizado, baseado nas preferências do usuário. Não sei afirmar com certeza se esta é uma falha geral da plataforma ou apenas um atraso na versão brasileira, mas o fato é que a classificação temática das obras em português é extremamente precária. E novamente o leitor que não gosta do que está na moda no momento acaba se afastando do Wattpad: ele simplesmente não consegue encontrar algo que o agrade, mesmo que estes textos existam.

E se o Wattpad está dando uma ajuda providencial para que autores independentes se tornem quase celebridades na internet, trouxe também uma nova preocupação: e o meu retorno financeiro?

Fonte: Giphy - Reprodução

Fonte: Giphy – Reprodução

Com a chegada da Amazon e a popularização dos e-readers, os autores independentes viram florescer diante de seus olhos um enorme mercado de ebooks vendidos a preços modestos. Ora, o que custava pagar 2 reais para receber um livro inteirinho? O máximo que poderia acontecer era acabar não gostando da história e nunca mais procurar aquele autor. Mas após o Wattpad…porque pagar se existem milhares de histórias gratuitas na internet?

A saída, claro, foi investir em planos de marketing. Eu sempre digo que o autor de Wattpad de sucesso é, acima de tudo, um publicitário. As estratégias variam, mas as mais populares são estas três:

– Degustação: Apenas os primeiros capítulos vão sendo postados na plataforma. Quando os usuários já estão bem envolvidos com a história (geralmente através de um daqueles mistérios ou impasses que o leitor acha que vai morrer se não souber o final), o autor posta um aviso dizendo que o texto na íntegra será disponibilizado apenas mediante a compra do ebook.

– Tempo Limitado: O livro é postado na íntegra, mas com data para terminar. Depois do prazo, só adquirindo o ebook. Essa estratégia funciona porque, como é típico do ser humano, saímos correndo para ler algo se soubermos que daqui a pouco não teremos mais essa oportunidade. Assim, quem leu na frente e gostou vai criar um boca-a-boca que consolida o autor. Quem chegou atrasado ou só conseguiu ler pela metade vai se sentir fora do “grupinho” e pode acabar comprando.

– Sagas, continuações ou novos projetos: Alguns escritores publicam na íntegra apenas o primeiro livro de uma série, fazendo com que os fãs adquiram os volumes restantes. Ou então compartilham projetos gratuitos, criam uma base de fãs e depois publicam novos trabalhos exclusivamente em formato de ebook pago.

E pior é que mesmo assim, nada é garantido. Ainda mais quando estamos falando de obras com um teor mais maduro, com linguagem explícita e temas violentos. Já vi muitas histórias serem censuradas ou reportadas por outros usuários por causa de seu conteúdo. E embora concorde que o Wattpad precisa de uma política para a maturidade das obras, também precisa se adaptar de modo que não afaste da plataforma o leitor de tais temas, como acontece atualmente.

Fica gente, vai ter bolo! Fonte: Tumblr - Reprodução

Fica gente, vai ter bolo! Fonte: Tumblr – Reprodução

Outro problema é que a liberdade ofertada pelo Wattpad, embora maravilhosa, traz consigo algumas questões indigestas, como o plágio. Além de bestsellers comercializados surgirem do dia pra noite no site, as próprias obras originadas no Wattpad sofrem com as cópias. Se você faz sucesso, é provável que ainda vá se deparar com algum tipo de cópia, ou ainda com acusações de plagiarismo. Sabe como é, sempre tem alguém espírito de porco para querer estragar a festa. E muitos escritores acabam evitando utilizar a ferramenta: realmente não é fácil ver um trabalho de anos correr tamanho risco. O próprio Wattpad, quando questionado sobre o problema, admitiu que é impossível acompanhar e verificar cada um dos conteúdos postados.

Destaco ainda uma característica do Wattpad que pode ser tanto muito boa quanto muito ruim: as críticas. Como tudo na internet, as pessoas não medirão palavras ao dar feedback sobre uma história. O que, dentro de um nível de civilidade, é algo benéfico para o autor. Lidar com críticas é uma habilidade necessária para os escritores, e ajuda a repensar estratégias e estilos narrativos. Muitas vezes passamos anos escrevendo algo só para descobrir que o enredo não funciona da maneira como planejávamos. Este retorno dos usuários pode ser muito útil.

No entanto, a maioria das histórias que são postadas no Wattpad não está completa na mente do escritor (eu inclusa). Os capítulos vão sendo criados sob demanda, e muitas vezes não sabemos exatamente onde tudo aquilo vai parar. Acho bacana vivenciar uma experiência literária assim, acaba forçando a imaginação. Porém, muitos autores estão abrindo mão de sua liberdade criativa para agradar leitores críticos. Vejo histórias que tiveram seus finais completamente alterados por causa da repercussão no Wattpad. E isso gera muitos clichês. Nem todas as histórias devem ter final feliz, nem todo casal está destinado a ficar junto. Sinto que muitos livros perdem seu espírito inicial, entregando o destino dos personagens ao bel prazer dos usuários. E não é assim que literatura funciona.

Por fim, depois de tantas considerações, será que o Wattpad ainda vale a pena?

Vale, vale sim. Mas depende da nossa postura lá dentro. O Wattpad é uma ferramenta maravilhosa, que veio pra empoderar o autor iniciante. Conheci muita gente bacana, que realmente ama o que faz, através dos grupos e fóruns de autores. Tive contato com escritores maravilhosos, que poderiam facilmente estar publicando com as grandes editoras. Vi bastante coisa ruim e vi também gente que vem melhorando a olhos vistos a cada novo capítulo.

Porque, para mim, a principal serventia do Wattpad é a experimentação. O exercício de escrita aliado ao feedback dos usuários é o melhor pagamento para quem está começando, quer aprimorar a escrita ou descobrir sua verdadeira voz narrativa. É uma oportunidade de testar, e em troca, oferecemos histórias variadas totalmente de graça.

Fonte: Tumblr - Reprodução

Fonte: Tumblr – Reprodução

E sabe o que eu acho que resolveria todos os problemas do Wattpad? Empatia e solidariedade.

Sabe a célebre frase de Tropa de Elite, “quem quer rir tem que fazer rir”? É mais ou menos por aí. Vejo que a maioria dos autores do Wattpad está apenas preocupado em angariar fãs e divulgar o próprio trabalho. São poucos os que realmente param para ler e dar dicas a outros escritores. Os fóruns parecem mais grandes outdoors, com muito mais propaganda do que debate, do que recomendação. É preciso que todos os usuários façam sua parte, não só postando mas lendo, recomendando, fiscalizando plágios e ajudando a comunidade a crescer e atrair cada vez mais leitores. Vai que eles se interessam pela sua obra também…

Ah, e se você já é usuário da plataforma ou quer iniciar essa aventura, que tal seguir o perfil do TBS no Wattpad? Lá, além do que escrevo, tem também uma lista com as obras que estou acompanhando.

O marketing dos dinossauros
Especiais – Impressões Black Friday 2015

Comentários:

Loading Facebook Comments ...