Resolvi me arriscar com The Game

Hoje resolvi deixar a fantasia um pouquinho de lado e arriscar com algo fora da minha zona de conforto. E o escolhido foi o primeiro volume do suspense policial The Game, romance estreante do sueco Anders de la Motte.

Fonte: Promocional DarkSide - Reprodução

Fonte: Promocional DarkSide – Reprodução

Já fazia um tempinho que eu flertava com esse livro, mais especificamente desde o período de seu lançamento, quando a DarkSide organizou uma enorme ação de marketing convidando o público a participar de uma gincana online valendo um exemplar da obra e mais alguns outros prêmios. Toda essa comoção na internet despertou curiosidade pelo livro, e fui atrás de mais detalhes.

Anders de la Motte foi oficial de polícia e diretor de segurança em TI antes de inciar sua carreira como escritor. Seu trabalho reflete muito de seu antigo cotidiano embasado por anos de experiência, e assim como Stieg Larsson, de la Motte traz o típico suspense sueco de volta para os holofotes. E eu gosto desse clima “suspense  corporativo”, de tramas amarradas com protocolos e burocracia. Algo que encontrei também em Harlan Coben, e que gosto bastante.

Leia Mais