Sobre livros gratuitos, pirataria e a ponta do iceberg

À exemplo do que fiz no post sobre como o Wattpad está influenciando a vida dos autores independentes, vou começar esse texto com uma declaração bem franca: não sou uma autora renomada e nem consigo pagar minhas contas vendendo histórias. Ainda.

(Note que esse “ainda” é puramente uma questão de otimismo. Na base da fé.)

Portanto, tudo o que eu disser a seguir é baseado somente em minhas vivências, percepções ou relatos que encontrei por essas estradas de meu Deus. Possivelmente estarei errada em alguns pontos, e certamente você tem o direito de discordar. Não há garantias de que essa estratégia funcione em todos os cenários, não tenho embasamento científico ou profissional para tanto. Mas acho que sempre vale a pena conhecer um ponto de vista, certo?

Fonte: usborne.com - Reprodução

Fonte: usborne.com – Reprodução

Leia Mais


Como o Wattpad está ajudando (e atrapalhando) o autor independente

O Wattpad é uma plataforma online para compartilhamento gratuito de histórias. A comunidade de autores/leitores surgiu em 2007 através de uma colaboração entre Allen Lau e Ivan Yuen, hoje contando com milhares de usuários por todo o mundo que compartilham, lêem e votam em um acervo invejável de textos.

E embora a maior parte das pessoas conheça ou pelo menos já tenha ouvido falar do Wattpad, poucos estão cientes do impacto que a ferramenta tem causado na vida de autores independentes, aqueles que trabalham sem a proteção de um selo editorial. Não, não é um mar de rosas. E é sobre as transformações vividas por este segmento que vamos falar hoje.

Fonte: publishersweekly.com - Reprodução

Fonte: publishersweekly.com – Reprodução

Leia Mais


Lauro Kociuba e o épico do detalhe

O texto a seguir pode conter spoilers de: Estações de Caça: Haakon I. Depois não diga que eu não te avisei…

Estou bem feliz em escrever o post de hoje. Primeiro porque vamos falar de um livro que explora a mitologia nórdica, uma velha queridinha da minha estante. Segundo porque o autor é brasileiro e lançou sua primeira obra de maneira independente através de uma belíssima campanha de financiamento coletivo.

A vitória do paranaense Lauro Kociuba é uma vitória para todo o mercado literário brasileiro. Uma prova de que estamos finalmente vencendo as barreiras que limitavam as estantes, principalmente no gênero da fantasia, às produções inglesas e americanas. E a internet conta com um papel essencial neste processo. Plataformas de publicação gratuita, campanhas de crowdfunding e principalmente o boca a boca dos fóruns de discussão estão mostrando que autores de talento podem sim pertencer ao território nacional e, a bem da verdade, a qualquer lugar do mundo. (Ainda na semana passada li um artigo maravilhoso sobre como escritores nórdicos estão vencendo as dificuldades e estreando nas livrarias do Brasil)

Foi mais ou menos o que aconteceu com o Lauro, que em 2014 estava divulgando seu livro, Alvores: A Liga dos Artesãos, uma fantasia moderna ambientada na cidade de Curitiba. As interações através da plataforma Catarse renderam um público fiel e bastante engajado, crucial para a popularização da história. Assim como centenas de anos atrás, quando as histórias ainda eram contadas oralmente, o vínculo de empatia entre escritor/leitor ou orador/ouvinte sempre será uma força poderosa.

Autor e capa de Estações de Caça - Reprodução

Autor e capa de Estações de Caça. – Reprodução

Leia Mais


Previsões 2015 de Mark Coker sobre a Indústria Literária

Tudo começou quando Mark Coker e sua esposa resolveram escrever um livro. Após um ano de trabalho duro, a obra “Boob Tube” estava pronta para ser publicada. No entanto, apesar de receberem elogios, o casal obteve uma longa série de negativas por parte das editoras. O problema, segundo elas, estava no fato de o casal ser completamente desconhecido, e que por isso não seria possível prever a rentabilidade da obra. Quem iria comprar um livro de alguém que nunca ouviu falar?

Mark Coker. Fonte: http://www.forbes.com/sites/jjcolao/2012/06/07/apples-biggest-unknown-supplier-of-e-books/

Mark Coker. Fonte: http://www.forbes.com/sites/jjcolao/2012/06/07/apples-biggest-unknown-supplier-of-e-books/

Frustrado com sua experiência, Coker começou a trabalhar, em 2005, numa ideia inovadora. Queria retirar o estigma associado às publicações independentes. A maioria dos autores enxergava os ebooks feitos sem o auxílio de uma editora tradicional como uma alternativa para “escritores que não deram certo”. Mas Coker enxergou nesse cenário uma grande janela de oportunidade. Assim, em 2008, era lançada oficialmente a Smashwords, uma plataforma que publica e distribui ebooks de autores independentes.

Leia Mais