Brandon Sanderson: Quero mostrar que existe algo de inerentemente bom no ser humano – TRADUÇÃO

Existem algumas entrevistas que me deixam mais apaixonada por um autor do que o próprio livro. Em dezembro de 2016, Brandon Sanderson teve uma conversa com Josep Lapidario para a revista JotDown, da Espanha. E foi uma coisa tão incrível, tão rica em referências e debates, que logo a entrevista tornou-se uma queridinha entre os fãs do autor.

Mas ela até então só existia em inglês e espanhol. E eu sinceramente acredito que um texto desse mereça ser disponibilizado para o mundo todo, para alcançar qualquer pessoa que se interesse pela ficção fantástica. Seja você autor, leitor ou mero simpatizante da área, você merece ler isso.

Num esforço hercúleo, usei todo o meu inglês para entregar esta versão traduzida. Lembrando que os direitos autorais pertencem à JotDown e que eu não sou uma tradutora profissional. Ah, também tentei ser o mais fiel possível, mas tem coisa que simplesmente fica muito feia ao pé da letra e meu ouvido frescurento não aceita. Então saiba que 99% do que está aí foi traduzido tal qual estava, mas que aquele 1% é vagabundo.

Fonte: Jorge Quiñoa – JotDown – Reprodução

Leia Mais


TBS entrevista: Ridículas Cartas de Amor

Sofrer por amor, quem nunca?

A proposta da Antologia Ridículas Cartas de Amor é bem interessante: reviver os maiores clichês românticos sob nova roupagem, num viés inclusivo, atual e sobretudo humano. São 13 contos que percorrem cada recanto desse sentimento tão antigo e revelador. Afinal, acompanhar o desenrolar dessas histórias é também perceber o que nos forma como pessoas, nossas sutilezas e temores.

"Todas as cartas de amor são ridículas" Fonte: richardandnamaste.com - Reprodução

“Todas as cartas de amor são ridículas” Fonte: richardandnamaste.com – Reprodução

No caso de antologias, costumo fazer uma resenha em formato de entrevista, pois é quase impossível falar sobre histórias de três ou quatro páginas sem praticamente entregar o enredo inteiro. Até porque, acho mais bacana discutir sobre as ideias que originaram a temática da coletânea. Com Ridículas Cartas também seguiremos este modelo, mas com uma pequena alteração.

Achei que uma só voz não seria o suficiente pra representar uma obra tão plural. Então acabei convidando várias das autoras para uma espécie de “mesa redonda”. Nosso foco seria tentar definir conceitos e compreender os fatores que fizeram o Ridículas Cartas adquirir a cara e a personalidade que o livro apresenta hoje. Muitas das participantes são também colegas minhas do Valquírias (incluindo a Marcia, organizadora da antologia e meu braço direito nessa empreitada), e por isso foi um prazer enorme poder ouvir um pouco mais da opinião de cada uma delas.

Leia Mais


TBS entrevista: Davi Paiva – Antologia Poderes

“Nenhum autor foi ferido durante o processo de criação da antologia. Todos foram instruídos, motivados e mereceram a aprovação.”

Fonte: Autoria própria - Reprodução

Fonte: Autoria própria – Reprodução

Dia desses o carteiro deixou uma surpresinha na minha porta: um exemplar da Poderes, antologia organizada pelo Davi Paiva (o grande responsável por eu acabar conhecendo a Márcia, meu braço direito no projeto Valquírias).

O livro, publicado pela Darda, reúne um total de 24 contos. Cada uma dessas histórias gira em torno da seguinte questão: o que você faria se tivesse um dom fantástico que o tornasse diferente de outras pessoas?

Leia Mais


TBS entrevista: Raquel Machado

“No caminho pensei em como a minha vida era boa: eu amava Alan e ele era bom pra mim. Pobre Nicole, não merecia morrer daquele jeito. Ela era tão divertida e cheia de vida. E agora estava morta.”

Arquivo pessoal da autora - Reprodução

Arquivo pessoal da autora – Reprodução

Raquel Machado é formada em Ciência da Computação e mora na cidade de Caxias do Sul/RS com os pais, quatro cachorros e uma estante cheia de livros. Há anos participando do mundo das artes, e principalmente, da literatura, decidiu tirar do baú uma de suas histórias e compartilhá-la com o mundo. Vingança Mortal é seu romance de estreia.

Recheado de suspense, o enredo acompanha a história de Brenda, surpreendida com a notícia da repentina morte de sua amiga de infância, Nicole. Brenda decide voltar à sua cidade natal, Lageado Grande, acompanhar o velório e reencontrar antigos colegas de escola. Mas existe algo de muito estranho no suposto acidente que tirou a vida de Nicole. Será que o tempo poderia ter mudado até as pessoas que ela imaginava conhecer tão bem?

Nesta entrevista, Raquel fala sobre o processo de criação de seu livro e sobre o mercado de publicações independentes.

Leia Mais