E esse tal de New Weird? Relato de uma leitora de fantasia

Desde que mundo é mundo o ser humano se esforça para colocar as coisas em suas respectivas caixinhas. Classificar está em nosso sangue. Gostamos de ter controle sobre o que algo é e também sobre o que ele não é, a fim de criar um sentimento de segurança e previsibilidade confortável.

Porém, às vezes as coisas não se acomodam tão bem em suas caixinhas. Às vezes você vai ter que sentar em cima dela para conseguir puxar o zíper, ou então deixar uma manga pra fora e seguir a vida fingindo que nada aconteceu.

Fonte: Amazon UK – Reprodução

A arte (e no nosso caso aqui, a Literatura), em seu caráter subjetivo e dependente de contexto, é uma dessas coisas difíceis de classificar.

Leia Mais