Precisamos voltar a conversar sobre Mistborn

O texto a seguir pode conter spoilers de: Mistborn – O Poço da Ascensão. Depois não diga que eu não te avisei…

E de novo Brandon Sanderson consegue me roubar uma semana de vida. Agora, estive às voltas com O Poço da Ascensão, segundo volume da trilogia Mistborn – Nascidos da Bruma, que, assim como seu antecessor, O Império Final, conseguiu deixar minha mente de pernas para o ar.

Fonte: marcsimonetti.deviantart.com - Reprodução

Fonte: marcsimonetti.deviantart.com – Reprodução

Não que eles sejam livros parecidos. Longe disso.

Enquanto o Império Final foca na derrubada de um regime ditatorial, de um grande antagonista, O Poço da Ascensão focará em problemas administrativos e questões mais pessoais. Embora ainda recorra ao tom grandioso, o segundo livro mostrará seus personagens muito mais preocupados sobre como deixarão seus nomes no mundo, sobre como serão lembrados, sobre seus arrependimentos e incertezas, do que realmente buscando um bem maior, uma salvação.

Leia Mais


Precisamos conversar sobre Mistborn

O texto a seguir pode conter spoilers de: Mistborn – O Império Final. Depois não diga que eu não te avisei…

Eu não sei se isso vai ser bem um post. Ou um tratado. Ou mesmo um devaneio de fã. Mas eu parei tudo o que estava fazendo essa semana para ler Mistborn, agora preciso conversar com alguém.

Capas interligadas da trilogia - Reprodução

Capas interligadas da trilogia – Reprodução

Passei meses ouvindo elogios à escrita de Brandon Sanderson, mais especificamente a uma de suas séries, Mistborn – Nascidos da Bruma. Eu sabia que ele provavelmente era mesmo um escritor de mão cheia, ou não teria sido chamado para escrever o desfecho da aclamadíssima Wheel of Time. Então sim, minhas expectativas estavam altas. Só que eu ainda não tinha conseguido me animar o suficiente para colocar O Império Final, primeiro livro da trilogia, na lista de próximas leituras. Acho que fiquei reticente em me comprometer com um high fantasy de 600 páginas para depois ter que ficar esperando o último volume ser lançado no Brasil (fãs de Game of Thrones sabem do que estou falando).

Mas eis que um dos leitores do blog, o Vitor (a quem preciso agradecer umas trinta vezes), acabou conseguindo fazer minha cabeça. E eu apostei pra ver.

Leia Mais