A Criação – Terra Média vs Nárnia

O texto a seguir pode conter spoilers de: O Sobrinho do Mago, O Silmarillion. Depois não diga que eu não te avisei…

Não é novidade pra ninguém que J. R. R. Tolkien e C. S. Lewis eram grandes amigos. Mais que isso, serviram de suporte um ao outro, em tempos difíceis de guerra e perdas. Suas obras refletem grande parte dessa convivência, em uma influência mútua.
Por isso, apesar de terem criado universos bem distintos e independentes, tanto Tolkien quanto Lewis sentiram a necessidade de explicar a criação de seus mundos a partir de suas próprias visões morais e religiosas. Repletos de simbolismos, os surgimentos de Terra Média e Nárnia são pontos altos na narrativa dos autores.

Antes de mais nada, é importante ter em mente que, apesar de terem visões semelhantes, Tolkien e Lewis tinham motivações diferentes. Enquanto a religiosidade de Lewis é centrada na redenção (Lewis havia negado sua fé, alguns anos antes, após perder a mãe ainda jovem para um câncer), Tolkien é absorvido pela natureza e pela espiritualidade (fruto de seu nascimento na África do Sul e de sua infância predominantemente rural). E como filho de peixe, peixinho é, os livros seguem o mesmo caminho.

Tolkien e Lewis - Fonte: http://www.thewrap.com/tolkien-lewis-why-i-chose-to-tell-this-fascinating-story-guest-blog/

Tolkien e Lewis – Fonte: http://www.thewrap.com/tolkien-lewis-why-i-chose-to-tell-this-fascinating-story-guest-blog/

Leia Mais