A Canção dos Shenlongs e as Novelas que Deram Certo

O texto a seguir contém spoilers de: A Canção dos Shenlongs. Depois não diga que eu não te avisei…

Fonte: Tumblr – Reprodução

Boa parte da vida de blogueira literária pode ser resumida a gerenciar uma pilha exponencial de livros não lidos (não que eu esteja reclamando, claro). Admiro muito quem consegue ficar alinhadinho aos cronogramas, lendo um livro na semana de lançamento e tal, mas… esse não é o meu ritmo.

Fazia tempo que A Canção dos Shenlongs, obra de fantasia escrita pelo Diogo Andrade, habitava as profundezas do Kindle que carrego na bolsa. Aguardava por um momento oportuno, que finalmente veio: atolada com o mestrado, precisei de uma história rapidinha, que desse pra ler numa única sentada no domingo à noite. E foi assim que me deparei com Mu, protagonista e narrador desta aventura.

Leia Mais


E esse tal de New Weird? Relato de uma leitora de fantasia

Desde que mundo é mundo o ser humano se esforça para colocar as coisas em suas respectivas caixinhas. Classificar está em nosso sangue. Gostamos de ter controle sobre o que algo é e também sobre o que ele não é, a fim de criar um sentimento de segurança e previsibilidade confortável.

Porém, às vezes as coisas não se acomodam tão bem em suas caixinhas. Às vezes você vai ter que sentar em cima dela para conseguir puxar o zíper, ou então deixar uma manga pra fora e seguir a vida fingindo que nada aconteceu.

Fonte: Amazon UK – Reprodução

A arte (e no nosso caso aqui, a Literatura), em seu caráter subjetivo e dependente de contexto, é uma dessas coisas difíceis de classificar.

Leia Mais


A Longa, Maravilhosa, Estupenda e Inebriante Viagem a um Pequeno Planeta Hostil (+SORTEIO)

Veio pelo sorteio? Ele está logo ao fim deste post. Mas dá uma lidinha na resenha, vai… ;)

Farei o possível – Lázaro deseje-me forças – para manter esta resenha livre de grandes spoilers. Não que eu me importe com eles (o TBS nasceu como um blog para debater a fundo o enredo dos livros) mas porque preciso ter a certeza de atingir o máximo possível de pessoas: eu quero te convencer a ler A Longa Viagem a um Pequeno Planeta Hostil. 

Este livro é necessário. Nós precisamos dessa leitura, ainda que você não saiba disso. Bem, eu precisei. 

Fonte: DarkSide – Reprodução

O livro de estreia de Becky Chambers, originalmente publicado em 2014 através de financiamento coletivo, está até hoje fazendo barulho. Virou série (ainda que cada volume funcione bem como uma história única), ganhou prêmios e, finalmente, veio parar no Brasil pelas mãos da DarkSide. 

Leia Mais


TBS entrevista: Gail Carriger

Quando li pela primeira vez sobre O Protetorado da Sombrinha no blog da Coruja, sabia que havia encontrado uma mina de ouro. Se não me falha a memória, comprei o primeiro livro da série logo depois numa promoção da Amazon, devorando cada uma das páginas em menos de 24h. De lá pra cá, minha fascinação por Gail Carriger só aumenta.

Fonte: Robert Andruszko – Reprodução

Afinal, como não se surpreender com alguém que é formada em Arqueologia e escreve romances góticos com pitadas de steampunk, humor, investigação policial e erotismo sobrenatural? Aliás, vocês já pararam para apreciar o guarda-roupa da Gail Carriger?

Leia Mais